circuito

VAGAS ATINGIDAS no 1º Circuito de Economia Criativa!

Já atingimos o número disponível de 100 vagas para o 1º Circuito de Economia Criativa! O formulário de inscrição continua aberto para a fila de espera. Assim que hajam desistências, entraremos em contato, por ordem de inscrição, através do e-mail circuito@centrosapiens.com.br

Nos próximos dias faremos confirmação via e-mail com todos os 100 participantes. Sugerimos adicionar à agenda o endereço circuito@centrosapiens.com.br para não perderem a mensagem na caixa de spam. Muito obrigado!

cir

Inscrições gratuitas neste link

O evento acontecerá nos dias 21 e 22 de março de 2016, a partir das 18h30 no MESC – Museu da Escola Catarinense,  Rua Saldanha Marinho, 196, Centro – destinado a toda comunidade de CT&I e interessados de Florianópolis e região. Inscrições gratuitas neste link.

O 1º Circuito de Economia Criativa marcará a abertura do Cocreation Lab, o espaço de trabalho colaborativo (coworking) do Centro Sapiens. Promovido pela UFSC, através de pesquisadores do LOGO UFSC e do projeto Fortalecimento de Habitats de Inovação, e pelo Sapiens Parque e Fundação CERTI com o apoio da FAPESC, da CDL Florianópolis, Sebrae-SC, Ibis Florianópolis, ABIH SC, Finep, UDESC e MESC, o evento contará com palestras abrangendo temas-chave para a cidade de Florianópolis: tecnologia, design, artes, turismo e gastronomia.

economia criativa

Economia criativa: inovação e criatividade em prol do desenvolvimento

A Economia Criativa tem como principal característica transformar a criatividade em resultado por meio de uma cultura colaborativa. Para empreender em áreas criativas é necessário investir em capital humano, talentos e habilidades, conhecimento e informação, em uma busca constante por novos modelos e tecnologias. Esta busca passa pelo envolvimento do público de forma ativa na criação ou melhoria de bens e processos, gerando troca de valor e diferentes experiências.

Muito se confunde sobre a economia criativa e a economia de cultura. No caso da economia criativa, apesar de reconhecer atividades e processos culturais como uma área importante, ela não abrange apenas bens e serviços culturais, mas também engloba manifestações de criatividade em setores que não são necessariamente reconhecidos como culturais. Além disso, o setor se insere no domínio da Pesquisa e Desenvolvimento.

O setor da economia criativa

O setor tem impactado a economia brasileira com grande crescimento mesmo em meio a crise. Segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), a economia criativa cumpre papel fundamental na transformação da contemporaneidade. É um dos setores da economia mundial que mais cresce, principalmente nos índices de geração de empregos e de ganhos com exportação. No Brasil, de acordo com a Sistema Federação das Indústria do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN), o setor movimenta dois milhões de empresas brasileiras e estima-se que gere diretamente um PIB de R$ 110 bilhões, 2,7% do total produzido no país.

Em Florianópolis e Região, algumas áreas que englobam a Economia Criativa, por estarem em crescimento e serem percebidos como oportunidades, estão em destaque. São elas: tecnologia, design, artes, gastronomia e turismo. Para apoiar o desenvolvimento de empreendimentos inovadores nestas áreas foi lançado em setembro de 2015 o Centro Sapiens, projeto de desenvolvimento tecnológico territorial para a promoção da criatividade e tecnologia. Tudo isso aliado a projetos correlatos de instituições parceiras para a revitalização do centro histórico da cidade.

ponte-slider

Sobre o Centro Sapiens

O Centro Sapiens é um projeto para a revitalização da região leste do centro histórico de Florianópolis, tornando um espaço dinâmico e de convivência. A partir das iniciativas pública e privada visa transformar a área em um polo de inovação voltado ao turismo, gastronomia, artes, design e tecnologia.

Diversas ações estão previstas para viabilizar essa transformação. Uma delas é o projeto de lei “IPTU Zero para Startups”, uma proposta da prefeitura atualmente em tramitação na Câmara de Vereadores, que prevê a isenção do imposto para as novas empresas que se instalarem na região. O Centro Sapiens prevê modificações no centro histórico, como o cabeamento elétrico, que passará a ser subterrâneo, e melhorias nos calçamentos, além do planejamento urbanístico como um todo.

No mês de Março será implantado o Cocreation Lab, um espaço de trabalho colaborativo (coworking), que irá selecionar projetos voltados à Economia Criativa. A abertura do Cocreation Lab contará com um Circuito de Economia Criativa que trará palestrantes internacionais e nacionais da área.

O Centro Sapiens é uma iniciativa do Sapiens Parque, Prefeitura de Florianópolis e Governo de Santa Catarina, e possui um grupo gestor formado também por SMCTDES, SETUR, CDL, Sebrae, IPUF, CERTI e outros parceiros. Totalmente colaborativo e democrático, novos participantes e propostas são bem-vindos ao projeto.

Para falar com a equipe do Centro Sapiens, basta enviar um e-mail para contato@centrosapiens.com.br