Área Leste

A área leste do Centro Histórico de Florianópolis engloba o quadrante entre a Rua Trajano – Avenida Hercílio Luz e a Rua Artista Bittencourt – Terminal Urbano Cidade Florianópolis. Esse perímetro inclui a Praça XV de Novembro, Monumento ao Miramar, Palácio Cruz e Souza, Teatro Álvaro de Carvalho, Museu Vitor Meireles, Museu da Escola Catarinense e Catedral Metropolitana de Florianópolis.

Distrito Criativo

Local específico cuja ferramenta essencial para dinâmica econômica e social é uma gama de atividades culturais e concentração de emprego criativo relativamente alta. Tende ser um ambiente atrativo ao investimento estrangeiro devido às suas facilidades culturais bem estabelecidas.

Revitalização Urbana

A Revitalização Urbana traz à mente a ideia de conjuntos de medidas e ações que surgem com o objetivo de aplicar a determinada área um novo valor, a fim de permitir a um determinado espaço nova eficiência, novo sentido em seu uso, visando uma melhoria do espaço e do seu entorno. O processo de revitalização urbana apresenta como prioridade o resgate de edifícios históricos, reestruturando áreas centrais, desenvolvendo e privilegiando o comércio da área e melhorando a qualidade do ambiente e da vida das pessoas que o frequentam.

Economia Criativa

A economia criativa é traduzida como uma forma de impulsionar o crescimento econômico e representar uma alternativa para o desenvolvimento, especialmente por ter como matéria-prima base a criatividade e poder utilizar características culturais e sociais de cada país/região como vantagens no desenvolvimento e produção de bens e serviços únicos competitivos.

Cidade Criativa

Para definir uma cidade como criativa, sugere-se alguns traços característicos:

  • Valorização dos recursos culturais;
  • Correlação entre recursos culturais e potencial de desenvolvimento econômico;
  • Políticas públicas transdisciplinares;
  • Maior participação cidadã;
  • Existência de incentivos à criatividade;
  • Infraestrutura criativa e estado mental favorável à criatividade que promovem ideias, manifestações e busca de soluções criativas com toda a sociedade e com toda a economia.

Sobre o Centro Sapiens

De acordo com o contexto histórico, a área leste do Centro Histórico de Florianópolis foi demasiadamente afetada pela degradação física e econômica advindas da descentralização da região.

No entanto, sob luz de referências internacionais, como o modelo 22@ (Barcelona), a cidade de Bolonha (Itália), os bairros Soho e Soreditch (Londres) e Medellín (Colômbia), no dia 14 de setembro de 2015 a partir da parceria entre o Sapiens Parque e da Universidade Federal de Santa Catarina com apoio da Prefeitura de Florianópolis surgiu o Centro Sapiens, o qual é um projeto que visa tornar a região leste do Centro Histórico de Florianópolis em um Distrito Criativo, através de um processo denominado revitalização urbana e por meio do fomento da economia criativa local.

De início foram realizadas várias pesquisas pertinentes para mensurar o potencial criativo da região, pois já era evidenciado que existia uma economia criativa emergente no local e o projeto atuaria como um potencializador e um meio para criar novas vertentes relevantes para transformar o cenário atual. Atualmente são diversas ações que provém do projeto e essas são divididas de acordo com as dimensões que compõem uma cidade criativa.