Movimento Traços Urbanos e Centro Sapiens desenvolvem proposta de projeto urbanístico para o Centro Histórico Leste de Florianópolis

O Centro Sapiens é um projeto de desenvolvimento tecnológico territorial voltado à promoção da Economia Criativa – com foco em turismo, gastronomia, artes, design e tecnologia -, setor com grande potencialidade na cidade de Florianópolis. A Economia Criativa apresenta resultados positivos em todo Brasil. A aliança entre o setor criativo e inovação tem sido considerada peça-chave para o crescimento econômico. Segundo a ONU, ela atingiu no mundo US$ 624 bilhões em 2011.

Ao longo do trabalho destinado ao desenvolvimento da Economia Criativa e a revitalização do centro histórico leste de Florianópolis espera-se que o projeto do Centro Sapiens gere um ambiente de fortalecimento do setor na capital catarinense e sua região.

Ações de revitalização de espaços urbanos atrelados ao desenvolvimento da tecnologia, inovação e criatividade foram fundamentais e se enquadram como cases de sucesso em diversas cidades do mundo. Entre o exemplo mais memorável está a cidade de Barcelona. A capital catalã, nomeada como Capital Europeia da Inovação em 2014, conquistou este título por meio do emprego de uma política cultural de promoção ao diálogo e mais participação cidadã, além do redesenvolvimento de espaços industriais obsoletos, como o Poblenou, transformado no 22@, um distrito empresarial que funciona como laboratório urbano.

Mais próximo, na Colômbia, Medellín alcançou o título de Cidade do Ano em 2013 após um processo de revitalização e inclusão social que teve início há quase vinte anos. A cidade, que já foi considerada uma das mais violentas do mundo com altas taxas de criminalidade e intensa atividade de tráfico de drogas, apostou em políticas públicas com foco em programas de educação, empreendedorismo e inovação e na inserção da população nos processos culturais, econômicos e sociais. O resultado foi a revitalização de áreas excluídas com a apropriação de espaços públicos por meio de projetos de arquitetura e design, o que criou pontos de atração, e com a implementação de instituições que promovem o desenvolvimento de negócios inovadores de base tecnológica, como a Ruta N.

Em Florianópolis, já está em funcionamento no Centro Sapiens o Cocreation Lab, um espaço colaborativo que tem como foco principal o apoio para transformar ideias em negócios de economia criativa. Atualmente 10 ideias já estão trabalhando no espaço, que fica junto ao Museu da Escola Catarinense (MESC), e, ainda esse ano, será lançado um edital para o ingresso de mais 10 novas ideias no Cocreation Lab.

Com proposta voltada a revitalização do espaço, o movimento Traços Urbanos é um movimento gerado por um grupo inicialmente composto predominantemente por arquitetos, mas que ganhou um caráter transdisciplinar de profissionais preocupados com a cultura urbana da cidade. O grupo é aberto, formado por dezenas de pessoas de diferentes formações, e se estrutura através de tarefas, tendo como primeiras iniciativas ações voltadas para Florianópolis.

Através de eventos periódicos e abordagem de Design Thinking, a participação de diversos atores ocorre de forma horizontal, agilizando o encaminhamento de proposições mais convergentes.Esse movimento se sustenta no potencial de contribuição de pessoas de diferentes áreas que se unem pelo interesse comum de propor ações coletivas para melhorar os espaços públicos da cidade de Florianópolis.

O Centro Sapiens e o Movimento Traços Urbanos se uniram para desenvolver uma proposta urbanística e arquitetônica para melhoria e revitalização do Centro Histórico Leste da capital catarinense. Essa união gerou diversas novas ideias para o processo de desenvolvimento da região histórica de Florianópolis, que vão desde debates e uso cultural dos espaços da região, até a criação de um projeto urbanístico para criação de um Distrito Criativo na região como já existem em diversas cidades do mundo.

Reunidos desde o início de 2016 os grupos realizarão sua primeira atividade para a comunidade neste mês de novembro, quando uma oficina de Design Thinking para definir e conceituar projetos de Pocket Places (pequenos espaços públicos de convivência, como as pracinhas) serão apresentados à comunidade para aprovação e aos gestores públicos e empresas para obtenção de apoio, autorização e financiamento para sua execução. A oficina acontecerá no MESC e os resultados ficarão ali expostos para apreciação e debate com a sociedade.

OFICINA TRAÇOS URBANOS NO CENTRO SAPIENS

A oficina para criação dos Pocket Places acontecerá no dia 15 de novembro de 2016, das 9h às 19h, no Cocreation Lab, localizado no mezanino do Museu da Escola Catarinense (Rua Saldanha Marinho, 196, Centro). As inscrições para participar da oficina são gratuitas e limitadas e devem ser feitas abaixo ou diretamente na página no Eventick. Todos estão convidados a participar!

Na credenciamento da oficina apresente a confirmação de inscrição do Eventick, impressa ou digital. Caso você se inscreva e fique impossibilitado de ir, por favor, entre em contato pelo e-mail contato@centrosapiens.com.br.

PROGRAMAÇÃO

09:00 – Apresentação do Evento e Cronograma do dia
09:30 – Problematização / Apresentação dos temas e áreas de intervenção
10:00 – Saída de campo nos locais de intervenção
10:30 – Apresentação de ideias inicias / Debate inicial / Escolha de tema a ser seguido / Divisão de grupos
11:30 – Pausa para almoço / Processamento e degustação de ideias
13:00 – Palestra e Apresentação da Metodologia
13:30 – Desenvolvimento dos Projetos
18:00 – Finalização dos trabalhos
18:30 – Apresentação dos projetos de cada grupo (5 minutos/grupo)
19:00 – Happy Hour / Discussão, interação e troca de experiências

Participe e ajude construir um centro histórico mais vivo!

 



Alternativamente, você pode adquirir seu ticket diretamente na página do Eventick