As inscrições para o 4º edital do Cocreation Lab foram prorrogadas!

Muitas pessoas nos procuraram para tirar dúvidas à respeito do edital do Cocreation Lab para a turma de 2018.1. E com as dúvidas, vieram os pedidos de prorrogação… Decidimos atender!

As inscrições foram prorrogadas até o dia 02 de março de 2018, então ainda dá tempo de fazer um pitch especial e colocar a sua ideia para participar. Aproveita e não perde!

Lembrando que as propostas devem apresentar ideias inovadoras voltadas para o desenvolvimento da Economia Criativa com foco nas áreas de arquitetura e urbanismo, artes, audiovisual, design, gastronomia, moda e turismo.

Os projetos selecionados usufruem do espaço e das atividades de desenvolvimento do negócio por um período de 6 meses. O Cocreation Lab disponibiliza ambiente para reuniões e estações de trabalho, diversas atividades durante o processo de incubação, como oficinas e palestras de apoio ao crescimento dos futuros negócios, além de oferecer uma excelente rede de mentores, gamificação com prêmios durante o processo de incubação e a conexão com outros habitats de inovação.

A inscrição continua através de formulário online, disponível abaixo, com prazo estendido até o dia 02 de março de 2018, onde deverão ser desenvolvidos os seguintes tópicos sobre o projeto:

  • Necessidade do mercado que o projeto atende;
  • Segmento de clientes;
  • Validação do problema e do segmento de clientes;
  • Solução proposta para atender o problema dos clientes;
  • Diferencial da solução perante os concorrentes;
  • Inovação oferecida pelo projeto;
  • Pitch –  o link do vídeo explicando o projeto (até 3 minutos)

O resultado da nova turma será divulgado no dia 22 de março e a previsão para início das atividades é no dia 2 de abril de 2018.

EDITAL COCREATION LAB 2018.1

Faça sua inscrição AQUI!

ABERTO O EDITAL 2018.1 DO COCREATION LAB!

A partir de hoje estão abertas as inscrições para o quarto edital de seleção de projetos para o Cocreation Lab! Mais de 30 projetos já foram beneficiados pelo Cocreation Lab desde sua implantação em 2016 e nesta edição teremos outros novos 10 projetos selecionados.

As propostas devem apresentar ideias inovadoras voltadas para o desenvolvimento da Economia Criativa com foco nas áreas de arquitetura e urbanismo, artes, audiovisual, design, gastronomia, moda e turismo.

Os projetos selecionados usufruem do espaço e das atividades de desenvolvimento do negócio por um período de 6 meses. O Cocreation Lab disponibiliza ambiente para reuniões e estações de trabalho, diversas atividades durante o processo de incubação, como oficinas e palestras de apoio ao crescimento dos futuros negócios, além de oferecer uma excelente rede de mentores, gamificação com prêmios durante o processo de incubação e a conexão com outros habitats de inovação.

A inscrição se dará através de formulário online, disponível abaixo, entre os dias 17 de janeiro de 2018 e 20 de fevereiro de 2018, onde deverão ser desenvolvidos os seguintes tópicos sobre o projeto:

  • Necessidade do mercado que o projeto atende;
  • Segmento de clientes;
  • Validação do problema e do segmento de clientes;
  • Solução proposta para atender o problema dos clientes;
  • Diferencial da solução perante os concorrentes;
  • Inovação oferecida pelo projeto;
  • Pitch –  o link do vídeo explicando o projeto (até 3 minutos) 

O resultado da nova turma será divulgado no dia 22 de março e a previsão para início das atividades é no dia 2 de abril de 2018.

Esperamos sua proposta!

 

EDITAL COCREATION LAB 2018.1

 

Faça sua inscrição AQUI!

 

Boas-vindas turma 2017.2!

Nesta semana, na segunda-feira (7 de agosto), tivemos a recepção dos novos cocreators que estarão participando do processo de pré-incubação 2017.2!

No primeiro momento, pela parte da manhã, os cocreators contaram com a ilustre participação de Josep Miquel Pique, Presidente da Associação Internacional de Parques Científicos e Áreas de Inovação (IASP) que abordou sobre ecossistemas de inovação e como esses ambientes auxiliam na geração de novos negócios.

O encontro também foi marcado com a presença do  Superintendente da Fundação CERTI e idealizador do Centro Sapiens, José Eduardo Fiates que, juntamente com a Professora Clarissa Stefani Teixeira, explicaram sobre o projeto Centro Sapiens e as ações que já estão sendo realizadas e articuladas pela respectiva gestão do Centro e os seus impactos no Centro Histórico da cidade.

Os cocreators ainda tiveram mais um encontro pela parte da noite, que abrangeu o processo de pré-incubação do Cocreation Lab, explicando desde o significado de uma pré-incubadora assim como o que consiste a pré-incubação e suas fases, o que esperar ao final do processo, abordando também a importância de se observar o perfil empreendedor e o ambiente que está inserido.

O Cocreation por ser uma das principais ações do Centro Sapiens se preocupa que os novos empreendimentos pré-incubados estejam inseridos não somente na pré-incubadora, mas também estejam inseridos no Centro Histórico da cidade, local onde se encontra a sede do Cocreation Lab. Para isso, foi ressaltado a importância de cada projeto estar envolvido em ações que auxiliem o Centro da cidade e observar de que maneira cada empreendimento pode impactar localmente.

Por fim, os cocreators ainda contaram com uma palestra sobre “Indução de empreendimentos vitoriosos” com o Coordenador de Empreendedorismo da Agência de Inovação e Transferência de Tecnoogia – AGITTEC, da Universidade Federal de Santa Maria – UFSM, Silon Procath, que ressaltou as mudanças dos processos de inovação  assim como trouxe alguns cases de sucesso dos programas de pré-incubação e incubação da Pulsar, a Incubadora da UFSM.

Finalizando essa primeira fase, que contextualizou o ambiente empreendedor,  os próximos encontros irão consistir no desenvolvimento do Modelo de Negócios dos projetos de empreendimentos!

Em nome do Centro Sapiens, agradecemos imensamente a presença de todos os participantes que contribuíram muito para o fomento do nosso ecossistema empreendedor! Com certeza, seguimos firmes com as parcerias nesse segundo semestre!

Conheça os selecionados para a 3ª turma!

Através do edital de processo seletivo, selecionamos as 10 novas ideias em Economia Criativa que entrarão no programa de pré-incubação do Cocreation Lab. Conheça os projetos selecionados:

 

  1. Upcycle Art
    Bárbara Wood Almeida Souto
  2. Balaio do Mar
    Julia Carvalho
  3. UpGrade
    Marcos Salles
  4. Newsgame Floripa
    Luciano Adorno
  5. Soul guia
    Jorge Elias Dolzan
  6. Circuitos de Cicloturismo em Florianópolis
    Letícia de Oliveira Leite
  7. CRIB
    Luiz Fernando de Carvalho Botega
  8. Floripa Dança
    Bolívar Alencastro Silva
  9. Floripa audioguiada
    Maria Gabriela Cherem Luft
  10. Do Eat
    Olenka Pinto Ramos

 

Leia o resultado oficial!

Também divulgamos os 5 projetos que, em ordem classificatória, formam a lista de espera e poderão ser chamados conforme os critérios do edital:

  1. BtoTrip
  2. ÀTerra
  3. CENA
  4. Hub de comunicação
  5. Balô Comunicação & Entretenimento

Agradecemos a todos que se inscreveram e, especialmente, agradecemos a nossa comissão avaliadora, formada por especialistas das universidades e organizações parceiras do Centro Sapiens!

O Cocreation Lab já beneficiou 25 projetos inscritos no último ano, que puderam participar de atividades para o desenvolvimento da sua ideia de negócio e usufruir dos benefícios do espaço e demais benefícios dos nossos parceiros. Saiba mais sobre o Cocreation Lab em nosso blog!

ENCERRAMENTO DA TURMA 2017.1 COCREATION LAB

Ao longo da última fase do processo de pré-incubação do Cocreation Lab, a pré-incubadora do Centro Sapiens, os cocreators tiveram encontros tratando sobre a estruturação da empresa, como por exemplo, Segmento de Mercado e Marketing, ministradas pela Profa. Ana Paula Barcellos, Negócios e Vendas com a Profa. Gisely Tonello Martins e Plano Financeiro com o Prof. Fabrizio Carlo Mezzari, todos representando a SOCIESC.

Também contaram com o nossos Cocreation BláS, eventos envolvendo troca de experiências sobre temáticas importantes para a estruturação do negócio, como inteligência emocional nas organizações, registro de marcas e softwares e também um encontro com os graduados do Midi Tecnológico, incubadora da ACATE, que compartilharam experiências e dicas importantes para quem está começando agora na jornada empreendedora!

Após toda essa cocriação e aprendizado, os cocreators preparam pitches sobre os seus empreendimentos com a ajuda do pessoal do Dazideia, Giovanni Santoro e Camila Ferreira, que ofereceram um workshop sobre o assunto tratando pontos importantes sobre como fazer um bom pitch assim como postura e a gestão do tempo que deve ser levado em consideração. Posteriormente, tiveram a oportunidade de apresentar os seus pitches para receber feedbacks e orientações para melhor apresentação.
Por fim, na última quinta-feira (13/07) aconteceu o Encerramento da Turma 2017.1 do Cocreation Lab, onde o nossos cocreators tiveram que apresentar seus pitches de cinco minutos para a banca de avaliadores que contava com a presença do Henrique Otte da Estácio, e Geraldo Campos da Unisul que ofereceram dicas e questionamentos importantes para cada projeto de empreendimento mostrado.

 

 

Além disso, a Profa. Clarissa Stefani Teixeira, coordenadora adjunta do Centro Sapiens, apresentou alguns resultados que conquistamos ao longo desses seis meses junto com os cocreators. Entre eles, vale destacar a significativa parceria que tivemos durante todo o processo. Contamos com o grande auxílio de profissionais que ministraram encontros e principalmente, mentoraram os projetos! Agradecemos especialmente:

 

Lucas Novelino Abdala – Doutorando EGC UFSC
Ana Paula Barcellos – Profa. da Administração da UNISOCIESC
Gisely Tonello Martins – Profa. da Administração da UNISOCIESC
Fabrizio Carlos Mezzari – Prof. Gestão Financeira da UNISOCIESC
Jatyr Ranzollin Jr. – Advogado da Mario de Almeida Marcas e Patentes
Claudio Venzke – Prof. Unisinos e CEO Despertar da Inteligências Espiritual
Giovani Santoro – Co-founder do Dazideia
Camila Ferreira – Co-founder do Dazideia
Luís Fernando Garcia – Sócio na Lógica E
Douglas Pesavento – CEO da Sensorweb
Igor Gavazzi Vazzoler – Fundador e CEO da Progic
Aldrwin Farias Hamad – Professor de Design de Produto do IFSC
Bruno Espírito Santo – Diretor Técnico da Neuron Consultoria
Cárlei Nunes Dellinghausen – Gestora do Circula E
Guilherme Tossulino – Gerente de Inovação da Softplan
Júlio Monteiro Teixeira – Professor Design UFSC
Marco Casarotto – CEO da Tekoa
Leo Diniz Santos – Diretor da Five
Rogério Lacerda – Professor do LIG/CAD UFSC
Randolfo Decker – Gestor de Projetos de Pesquisa e Inovação da FAPESC, Inovatar Coaching
Tobias Didó Jaroseski -Diretor da Neuron Consultoria
Marilia Matos Gonçalves – Coordenadora do Curso, disc. Branding Emocional
Patrick Martinelli Veiga – disc. Estratégias Marca, CEO do MOOD Lab
Locus Iuris Consultoria Jurídica – EJ Direito UFSC
Núcleo de Empreendedorismo UFSC

 

Para os cocreators ficou só a certeza de continuar em frente com muita cocriação. Ao longo de todo esse processo, a equipe do Centro Sapiens tentou inspirar, auxiliar e multiplicar a visão que acreditamos: Transformar Floripa através da Economia Criativa!
Por isso, sem vocês não teríamos agregado tanto valor em nosso processo de cocriação. O nosso muito obrigado e quem ainda não se inscreveu, aproveite que estamos com as inscrições abertas até o dia 20 de julho para uma nova turma! Venha cocriar com a gente!

Última fase do programa: Estruturação dos Empreendimentos

Nas últimas semanas de Abril os pré-incubados do Cocreation Lab entraram na 3ª Fase e última do programa, de Estruturação dos Empreendimentos. Depois da contextualização do ambiente empreendedor e da lapidação das ideias por meio dos canvas de mapa de empatia, proposta de valor e modelo de negócio, a 3ª Fase contará com atividades que focarão nas bases Estratégicas dos empreendimentos.

Já foram trabalhadas a Análise SWOT e as dicas para uma boa construção de Missão, Visão e Valores. Já nos últimos dias 3 e 4 de Maio começaram a ser realizadas as oficinas que tratam de Branding, a gestão de marcas.

Começando com atividades sobre o DNA de Marca, os cocreators passaram processo de valorização criativa adaptado da metodologia TXM Branding, desenvolvida no LOGO UFSC desde 2006. As equipes de projetos ajudaram umas às outras na discussão e identificação dos conceitos essenciais que formam as suas marcas e serão a base de construção da sua identidade corporativa e de toda a comunicação com seus públicos.

A TXM Branding baseia-se em três grandes etapas:

Think, onde são mapeados os diferenciais e recursos mais autênticos da marca, a partir do DNA e do Propósito, e também o seu Posicionamento perante aos concorrentes e públicos e o Naming (definição/validação do nome do empreendimento);

eXperience, que trata da percepção dos diferentes públicos sobre a marca enquanto experiência multisensorial, em um Sistema de Identidade que traduz o DNA em cada ponto de contato da marca;

e Manage, etapa de estudo das estratégias de comunicação, desenvolvimento do endobranding e storytelling da marca.

As oficinas no Cocreation Lab focarão na etapa Think da TXM onde nas próximas semanas da pré-incubação serão abordados o Propósito e o Naming. As oficinas estão sendo ministradas pelos pesquisadores do LOGO UFSC e sócios na empresa MOOD Lab: Daniele Warken, Fernando Portela e Patrick Veiga.

O programa de pré-incubação será concluído com atividades voltadas para os planos operacional, financeiro, de vendas e marketing, culminando em uma rodada de pitchs dos projetos para gestores de ambientes de inovação de Floripa, nos quais os empreendedores terão a possibilidade de continuar o desenvolvimento e estabelecer seus negócios.

Atividade: Apresentação do MVP e Finalização do Canvas.

Nas duas últimas semanas os cocreators passaram pela finalização da primeira Fase da Pré-incubação, que é o Modelo Canvas. Com isso, tiveram que realizar a apresentação do seu MVP (O Minímo Produto Viável), relatando se os produtos ou serviços propostos pelos projetos eram de fato viáveis e direcionados para as personas (no caso, seus clientes). O objetivo principal das apresentações era mostrar a validação do protótipo assim como pontos que deveriam ser melhor desenvolvidos sob a perspectiva do cliente.

Dentre as diversas considerações, alguns projetos abordaram o fato que os próprios clientes ofereceram algumas percepções sobre o valor que o produto apresenta, valores até então não mensurados pelos projetos, resultando até em uma melhora no produto ou até mesmo uma nova forma de prototipagem. Outro ponto interessante foi que alguns projetos preferiram trazer o seu produto/ serviço a ser testado com os próprios colegas (já que alguns apresentavam o perfil de seus potenciais clientes).

Esse momento proporcionou uma grande troca de conhecimentos e experiências, visto que tiveram a oportunidade de testar o seu produto no mercado, recebendo assim feedbacks e sugestões sobre a percepção do produto.

Tendo a persona identificada e o MVP testado, o próximo passo seria então a construção do Business Model Canvas, ou simplesmente Canvas, ferramenta a qual permite esboçar um modelo de negócio, permitindo identificar o que está sendo oferecido, para quem esse produto ou serviço irá se destinar, como essa interação será e quanto todo esse processo poderá custar. Traçando essas etapas os cocreators já começaram a visualizar o seu negócio, tendo já um esboço de toda a sua estrutura.

Com a fase do Canvas finalizada, começará a fase da estruturação da empresa, onde cada ponto visto no modelo de negócios será visto agora de maneira mais aprofundada.

Todos os encontros foram ministrados pelo Lucas Novelino Abdala sendo quem nos auxiliou nessa etapa. Em nome do Cocreation, gostaríamos de formalizar o nosso agradecimento, pela sua disponibilidade e atenção para com os nossos cocreators e pela dedicação no trabalho que realizou. São parcerias como essa que fazem nossos objetivos serem cada vez maiores!

CONTINUAÇÃO DAS ATIVIDADES DA PROPOSTA DE VALOR

Na última segunda-feira (13/03), tivemos a continuação das atividades do último encontro na semana passada sobre a Proposta de Valor. As equipes apresentaram o seu Mapa de Empatia, explicando como foi a experiência e como chegaram nas personas dos seus projetos de acordo com a pesquisa realizada durante a última semana. A partir daí o ministrante Lucas Novelino Abdala continuou a explicação sobre Proposta Valor, evidenciando a Ferramenta da Proposta de Valor que tem como objetivo auxiliar no entendimento sobre o mundo do cliente e como os produtos e serviços propostos pelos cocreators se encaixam nas necessidades deste nicho, é uma confirmação do que estará sendo entregue, isto é, a solução ideal para o cliente resolver o problema que está tentando solucionar (através dos produtos e serviços).

Após a explicação, foi realizada uma sessão de brainstorming com os cocreators para identificar cada ponto da ferramenta, identificando as tarefas, ganhos e dores percebidos pelo cliente assim como a maneira que os produtos ou serviços dos projetos serão encarados como a solução dos problemas desses clientes.

O próximo passo agora será o teste do Produto Mínimo Viável (MPV), uma “versão mais simples do produto que pode ser lançado com uma quantidade mínima de esforço e tempo de desenvolvimento”. O objetivo dessa tarefa é analisar se os produtos/serviços propostos pelos cocreators é viável e direcionada para as personas (clientes) identificadas.

COCREATION LAB VOLTA COM AS SUAS ATIVIDADES COM OS COCREATORS!

Nesta última terça-feira (08/03), o Cocreation Lab, pré-incubadora do Centro Sapiens, voltou com as suas atividades! Os cocreators começaram o desenvolvimento da sua ideia com um encontro tratando sobre a Fase 2 – Canvas: Proposta de Valor e o Mapa de Empatia do seu projeto de empreendimento.

O encontro foi realizado pela VIA Estação Conhecimento em parceria com o LOGO UFSC e o próprio Centro Sapiens, contando com a participação de Lucas Novelino Abdala que trouxe o conceito de valor e a sua importância para o desenvolvimento dos projetos a fim de transformá-los em negócios sustentáveis. Também, explicou sobre a necessidade de identificar a persona (potencial cliente para o seu negócio) que auxiliará também na percepção de valor desses futuros negócios.

A percepção de valor basicamente consiste na relação entre a organização (funções entregues e custos) e o cliente (a percepção dos benefícios recebidos e o preço definido pelo mercado). O produto que pretende ser comercializado é um mecanismo na provisão do serviço, logo, o valor desse produto basicamente consistirá no benefício da sua utilização, a experiência que o cliente terá com o produto adquirido.

Os cocreators tiveram a oportunidade de realizar alguns exercícios identificando o valor de algumas empresas já conhecidas. Para começar a traçar a proposta de valor de cada projeto, foi realizado um ‘’mão na massa’’ fazendo que primeiramente, todos identificassem a persona, o potencial cliente, através do Mapa de Empatia, para que na próxima etapa seja trabalhado a proposta de valor que será percebido pelos seus potenciais clientes.

Tudo sobre Pré-incubação!

A atividade oferecida para os nossos Cocreators essa semana foi uma palestra, proporcionada por Maria Carolina Zanini, integrante do grupo VIA Estação Conhecimento, sobre o conceito e as etapas de um Programa de Pré-Incubação, conteúdo voltado principalmente para o processo a ser desenvolvido no Cocreation Lab.

O Processo de Pré-Incubação consiste em desenvolver a pessoa (perfil empreendedor) e a validação da sua ideia (potencial negócio), através de serviços, ferramentas e apoio institucional verificando assim a viabilidade mercadológica do futuro negócio.

Alinhado a esse conceito, o processo de pré-incubação do Cocreation Lab vai ser dividido em 3 fases com alcance à diversas vantangens, como:

1. Utilização da infraestrutura do Cocreation Lab;

2. Acesso à networking;

3. Credibilidade por estar inserido na pré-incubadora;

4. Compartilhamento de um ambiente altamente empreendedor;

5. Orientações empresariais;

6. Compartilhamento de riscos;

7. Fluxo de conhecimento;

8. Oportunidade de pivotar – validação da sua ideia.

Dito isso, foi alinhado às equipes o novo sistema de Gameficação que vai ser aplicado no laboratório, onde os grupos vão ter a oportunidade de ganhar prêmios como recompensa pelo cumprimento de certas atividades, ademais, foi abordado o tema empreendedorismo, como, quais são os determinados perfis que um empreendedor pode atribuir, o ambiente empreendedor e a promoção da cultura empreendedora.

Depois, a mais nova Coordenadora do Centro Sapiens, Prof. Clarissa Stefani Teixeira finalizou a noite com um debate sobre o conceito de Inovação!

Rodrigo Stüpp, da equipe Ecoexperiências, deu seu depoimento sobre o evento: “Consegui ter um melhor contexto de inovação, apesar de já ter alguma noção sobre o assunto e sua importância em Florianópolis e na economia criativa. No caso do meu projeto, em parceria com a Ecoexperiências, ficou mais evidente que não precisamos criar algo novo, mas, sim aperfeiçoar algo que existe com abordagem e foco bem definidos. O ambiente de cocriação, sem dúvidas, é fundamental para que isso aconteça. As palestras ajudaram a esclarecer também nossos papéis de cocreators, que ainda estão se definindo e se redesenhando”.